fbpx

Barro Preto de Gondar e a Técnica da Soenga – Olaria Nacional

Barro Preto de Gondar e a Técnica da Soenga – Olaria Nacional

O Barro Preto de Gondar e a utilização da Técnica da Soenga representa uma tradição que já conta com muitos anos de existência (desde 1616), nesta freguesia no concelho de Amarante, Portugal.

Leia o artigo e aprenda tudo sobre esta arte, saiba como as peças únicas são criadas e a ligação à Infusões com História, que mais uma vez procura promover o território da Rota do Românico e o que de melhor se produz na região.

História do Barro Preto de Gondar

As informações encontradas apontam para o nascimento da olaria nacional na freguesia de Gondar, desde pelo menos o séc. XIV, pelas mãos de oleiros que migraram do concelho de São Martinho de Mouros.

O período com mais atividade e trabalho, no fabrico das peças de barro, ocorreu em meados do séc. XX, tendo-se quase extinguido nos anos 80.

Com um trabalho importante de recuperação desta tradição e com a construção de uma oficina de trabalho na Casa do Oleiro, atualmente em Gondar ainda se produzem diversas peças de barro, tais como:

  • Panelas, púcaros, caçoilas, assadores, potes para a cozinha;
  • Chocolateiras, vinagreiras, bilhas de água ou cinzeiros.

Para além destes utensílios, também os Copos de Barro Preto nascem a partir da Técnica da Soenga.

Visite a loja online e saiba mais sobre a Peça de Barro Preto da Infusões com História.

Técnica da Soenga – Processo de cozedura do Barro Preto de Gondar

É pelas mãos de César Teixeira que este processo peculiar de cozer o barro ainda é feito, que tem a particularidade de abafar, com caruma e terra, a louça na fase final da cozedura, ficando a mesma com a cor escura, facto que lhe dá o nome de “Barro Preto”.

César Teixeira é também o único oleiro na Europa que utiliza a técnica de olaria de roda baixa, que é um processo único de modelagem praticado em Gondar.

Afinal, o que é a Técnica da Soenga?

O processo de cozedura do Barro Preto demora, em média, 2 horas e consiste primeiramente na abertura de um buraco circular no solo, onde é feita uma fogueira com lenha e caruma, colocando as peças a cozer no seu interior.

Assim que existem as condições ideais de calor e passadas 2 horas de cozer as peças de barro, o buraco é tapado com leivas e terra, para que as peças não tenham contacto com o oxigénio e o calor se mantenha.

No fundo os passos da Técnica da Soenga são:

  1. Abre-se um buraco bem fundo na terra e com bastante espaço;
  2. Uma fogueira é feita no centro do buraco;
  3. De seguida, colocam-se as peças de Barro ao redor da fogueira;
  4. Depois de 2 horas, juntam-se as brasas no meio;
  5. Após essa ação, colocam-se as peças de forma ordenada por cima das brasas;
  6. Depois disso, junta-se mais lenha por cima das brasas;
  7. Quando as peças atingem os 1000º C, cobrem-se as peças com caruma e terra.

Esta última tarefa é feita com rapidez, para que o fogo seja abafado e o fumo penetre no barro, conferindo-lhe a tal cor preta.

Adquira agora o Copo de Barro Preto da Infusões com História e desfrute do seu Chá 100% natural, enquanto aprecia esta peça única da olaria nacional.

César Teixeira – Oleiro de Gondar que mantém viva a tradição

César Teixeira é natural de Gondar, nasceu em 1969 e atualmente é o único profissional que representa a Olaria nesta localidade.

A sua história começa em 1987, quando César Teixeira aprendeu esta arte com Manuel Teixeira, numa formação promovida pela junta de freguesia, que demorou meio ano e onde estavam mais 3 pessoas.

No lugar de Vilar Seca foi criada a Casa do Oleiro, espaço cedido a César Teixeira, que tem uma oficina de trabalho (onde efetua as suas formações nesta arte) e uma pequena secção museológica.

É considerado o responsável por esta arte ter renascido e acima de tudo, por ter ganho força desde 1998, ano em que César Teixeira aceitou o convite do Presidente da junta de então, com o intuito de não deixar morrer esta arte e técnica únicas.

Se tem interesse e quer saber mais sobre esta tradição secular, acompanhe os conteúdos divulgados na página de Facebook do Barro Preto de Gondar.

Infusões com História apoia o Barro Preto de Gondar

Uma das missões da Infusões com História é a promoção das tradições da região do Norte de Portugal, em especial dos territórios do Douro Vinhateiro e da Rota do Românico.

Ora, a freguesia de Gondar tem uma forte ligação à Rota do Românico, onde é possível visitar a igreja de Santa Maria de Gondar, que apresenta características bastante vincadas e reconhecidas, mas não só.

Para além disso e como descrevemos neste texto, o Barro Preto de Gondar preserva e dignifica a Olaria nacional, tornou-se um marco do nosso país e coloca no mapa o território da Rota do Românico.

Na loja online do nosso site encontra o Copo de Barro Preto, uma peça sem igual, que pode perfeitamente ser incluída nos rituais de consumo dos Chás, Tisanas e Infusões BIO.

Promova as tradições portuguesas, enquanto explora os sabores biológicos dos nossos produtos 100% naturais. Encomende agora o seu Copo de Barro Preto.

Artigo revisto a 20/08/2021